Papa Francisco nomeia a primeira mulher para cargo à frente do Governatorato do Vaticano

Graduada em ciências políticas, Raffaella Petrini, de 52 anos, será secretária-geral do órgão; ela pertence à Congregação das Irmãs Franciscanas da Eucaristia

  • Por Jovem Pan
  • 05/11/2021 05h31
EFE/EPA/VATICAN MEDIAPapa tem aumentado a visibilidade do trabalho das mulheres na igreja; em agosto, ele elegeu seis mulheres como especialistas laicas do Conselho de Economia

O Papa Francisco nomeou a primeira mulher para um cargo do alto escalão do Governatorato do Estado da Cidade do Vaticano. A franciscana e politóloga Raffaella Petrini, de 52 anos, será secretária-geral do órgão. Anteriormente, ela era funcionária da Congregação para a Evangelização dos Povos e pertence à Congregação das Irmãs Franciscanas da Eucaristia. Petrini é graduada em ciências políticas pela Livre Universidade Internacional Guido Carli e doutora pela Pontifícia Universidade São Tomás de Aquino, onde ensina economia do bem-estar e sociologia dos processos econômicos. O Papa Francisco tem aumentado a visibilidade do trabalho das mulheres na igreja. Em agosto, o líder religioso elegeu seis mulheres como especialistas laicas do Conselho de Economia, sendo que uma delas foi nomeada vice-coordenadora do órgão. Também em agosto, o pontícife nomeou várias mulheres cientistas como membros da Pontifícia Academia das Ciências, incluindo Emmanuelle Marie Charpentier, fundadora e diretora da Unidade Max Planck para a Ciência dos Patógenos em Berlim e vencedora do Prêmio Nobel de Química em 2020. Na ocasião, também foi escolhida Donna Theo Strickland, professora de física ótica no Departamento de Física e Astronomia da Universidade de Waterloo e vencedora do Prêmio Nobel de Física de 2018.

*Com EFE