Parlamentar conservador abandona legenda e se une aos trabalhistas após polêmica envolvendo Boris Johnson

Christian Wakeford teria redigido carta de desconfiança ao comitê do partido de Johnson alegando que ele é ‘incapaz de oferecer a liderança e governo que o país merece’

  • Por Jovem Pan
  • 19/01/2022 12h16
PRU / AFP parlamentar christian wakeford Christian Wakeford sentou ao lado de colegas do novo partido nesta quinta-feira, 19

Em meio às polêmicas envolvendo a participação do primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, em festas durante os períodos mais severos de lockdown da nação europeia, o parlamentar Christian Wakeford, que era do Partido Conservador, anunciou nesta quarta-feira, 19, sua mudança para o Partido Trabalhista. No momento em que entrou no parlamento nesta quinta e se sentou ao lado dos novos colegas, Wakeford foi saudado pelos trabalhistas. A suspeita é de que o parlamentar seja um dos mais de 50 que escreveram cartas de desconfiança ao comitê da legenda conservadora pedindo a renúncia de Johnson, um sinal de que, mesmo que ele não saia do poder, ele deve ficar enfraquecido nos próximos meses. De acordo com o jornal britânico BBC, na carta de desconfiança endereçada por Wakeford ao ministro, ele afirma que Johnson e o partido conservador “se mostraram incapazes de oferecer a liderança e o governo que o país merece”. Ele disse, ainda, que o partido trabalhista está “pronto para mostrar um governo alternativo do qual o país pode se orgulhar, e não se envergonhar”.