Parlamento venezuelano é fechado por nova ameaça de bomba

  • Por Jovem Pan
  • 16/05/2019 15h00 - Atualizado em 16/05/2019 15h04
Reprodução/Assembleia Nacional da VenezuelaNa última terça, 14, a sede do Poder Legislativo foi cercada pelas forças de segurança de Maduro, também por ameaça de bomba

O prédio administrativo do Parlamento da Venezuela foi fechado nesta quinta-feira, 16, depois que um funcionário achou uma maleta suspeita no segundo andar do prédio, que fica a poucos metros do Palácio Federal Legislativo, onde os deputados se reúnem. Este é o segundo alarme de bomba no local nesta semana e o terceiro deste ano.

O primeiro aconteceu em janeiro passado, quando o atual período legislativo começou. O segundo, na última terça-feira, 14. Na ocasião, membros da Guarda Nacional Bolivariana (GNB), da Polícia Nacional Bolivarana (PNB) e do Serviço Bolivariano de Inteligência (Sebin) foram acionados por Maduro para cercar o Parlamento, o que fez com que as sessões da casa fossem suspensas.

O líder do Legislativo, Juan Guaidó, disse na terça-feira que a presença policial na sede do Parlamento era um “sequestro” da Assembleia Nacional, advertindo que os deputados se reunirão “mesmo que seja na rua”.

*Com EFE