Pfizer pede autorização para aplicar vacina em crianças de seis meses a quatro anos nos EUA

Caso seja aprovado pela agência reguladora dos EUA, a FDA, o imunizante será o primeiro utilizado nesta faixa etária no mundo

  • Por Jovem Pan
  • 01/02/2022 21h58
Kevin David/A7 Press/Estadão Conteúdo - Sob uma mesa de vidro, dois frascos com vacinas e duas vacinas, com um símbolo da Pfizer se destacando atrás Pedido de emergência foi feito pela Pfizer e pela BioNTech nesta terça-feira, 1º

A farmacêutica Pfizer e a BioNTech, responsáveis pelo desenvolvimento da vacina contra a Covid-19, fizeram um pedido de emergência para que o imunizante seja aplicado em crianças com idade entre 6 meses e cinco anos. O pedido foi eito nesta terça-feira, 1º. “Atendendo a um pedido da Food and Drug Administration (FDA, agência reguladora de medicamentos) dos EUA, as empresas iniciaram um pedido de alteração da autorização de utilização de emergência, para incluir crianças entre os seis meses e os cinco anos, em resposta a uma necessidade urgente”, afirmaram as empresas. Logo após o anúncio, a FDA marcou uma reunião do comitê consultivo para o dia 15 de fevereiro, com o objetivo de revisar dados fornecidos pela Pfizer sobre o imunizante para essa faixa etária. Caso seja aprovado, o imunizante será o primeiro do mundo a ser permitido em crianças nesta faixa etária. Em outubro de 2021, o FDA autorizou a vacina dessas farmacêuticas para crianças entre cinco e 11 anos e, recentemente, deu sinal verde para uma dose de reforço para aquelas de entre 12 e 15 anos.

*Com informações da EFE