Polícia da Finlândia prende cinco suspeitos de planejar ‘atentado terrorista de extrema-direita’

Jovens, que ‘estão na casa dos 25 anos’, seriam ligados a grupo supremacista branco que faz ataques armados nos Estados Unidos

  • Por Jovem Pan
  • 03/12/2021 16h48
Juha Sinisalo / LEHTIKUVA / AFP Polícia deu detalhes sobre planejamento de atentado em coletiva de imprensa

O Serviço de Segurança da Finlândia anunciou nesta sexta-feira, 3, que prendeu cinco jovens que estariam planejando um “ataque terrorista de extrema-direita” com bombas e armas de fogo no país. Um comunicado divulgado pela polícia local afirma que todos os detidos estão na casa dos 25 anos e têm “crenças aceleracionistas”, um movimento de supremacia branca ligado a ataques a tiros cometidos nos Estados Unidos. Estas são as primeiras prisões por um ataque planejado da extrema-direita na Finlândia, segundo as autoridades. Os suspeitos foram presos na terça-feira e vivem em Kankaanpää, uma pequena cidade de 13 mil habitantes no sudoeste do país. Na sexta-feira, eles se apresentaram perante o juiz e foram colocados em prisão preventiva. Os possíveis alvos não foram divulgados.

Os cinco homens estão sob vigilância desde a primeira prisão envolvendo eles, há dois anos, disse a polícia em entrevista coletiva. Nas buscas realizadas em dezembro de 2019, “uma quantidade significativa de armas de fogo, munições e explosivos foi descoberta”, segundo o comissário Toni Sjöblom. A primeira vez que uma acusação de “terrorismo” foi apresentada remonta a 2018, quando um solicitante de asilo marroquino rejeitado, Abderrahman Bouanane, esfaqueou dez pessoas, matando duas, na cidade de Turku, no sudoeste do país. Na Noruega, que faz fronteira com a Finlândia, um ataque com bombas e tiros de arma de fogo arquitetado e realizado por um supremacista branco em 2011 terminou com 77 pessoas mortas.

*Com informações da AFP