Polícia dos EUA prende 68 por invasão ao Capitólio e oferece recompensa por procurados

Chefe de polícia de Washington D.C. afirmou que quem tiver informações sobre pessoas ainda procuradas pela invasão pode fazer denúncia de forma anônima

  • Por Jovem Pan
  • 07/01/2021 14h27
Polícia de Washington D.C/Divulgação/07.01.2021

O chefe de polícia de Washington D.C., Robert Contee, afirmou em coletiva de imprensa na tarde desta quinta-feira, 7, que pelo menos 68 pessoas foram presas até o momento por invadir o Capitólio dos Estados Unidos durante manifestação de simpatizantes de Donald Trump contra a posse do presidente eleito Joe Biden na quarta. Segundo o oficial, 60 dos presos eram homens e oito eram mulheres. Desses, apenas um era morador da cidade. Além das prisões realizadas, a polícia registrou fotos de invasores que não foram identificados até o momento em um site e divulgou as imagens para membros de hotéis e aeroportos da região, que fazem buscas em parceria com o departamento federal de investigação do país (FBI). “Ainda temos um trabalho significativo pela frente para identificar cada um dos responsáveis pelo ato”, disse.

Segundo Contee, equipes da polícia estão na rua fazendo varreduras em busca dos indivíduos que foram flagrados invadindo o capitólio, cometendo atos de violência ou destruindo a propriedade privada. As fotos divulgadas na capital também foram enviadas para todos os outros estados do país e a intenção das equipes de investigação é não parar com as buscas até que todos estejam presos. “Qualquer um com informações sobre as identidades dos procurados deve contatar a polícia por telefone ou mensagem de texto. A informação pode ser dada de forma anônima”, garantiu. Uma recompensa de US$ 1 mil dólares (equivalente a R$ 5,3 mil) é oferecida para aqueles que tiverem informações que possam levar até os suspeitos. As fotos podem ser conferidas neste link.