Vladmir Putin ironiza declarações de Joe Biden, que o chamou de assassino

O presidente da Rússia negou ter interferido nas eleições dos Estados Unidos no ano passado e desejou ‘boa saúde’ ao mandatário norte-americano

  • Por Jovem Pan
  • 18/03/2021 14h17 - Atualizado em 18/03/2021 17h43
EFE/EPA/ALEXEI DRUZHININ / SPUTNIK / KREMLIN POOLO presidente da Rússia se pronunciou sobre as acusações feitas por Joe Biden no dia anterior

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, ironizou nesta quinta-feira, 18, as declarações feitas na véspera pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, que o chamou de assassino. “Na história de cada povo, de cada Estado, há muitos acontecimentos duros, dramáticos e sangrentos. Mas, quando classificamos outras pessoas, outros Estados ou outros povos, é como se olhássemos em um espelho. Sempre vemos a nós mesmos”, disse o russo durante uma videoconferência com representantes da região anexada da Criméia.

Na reunião, que foi exibida pela emissora estatal de televisão, Putin também revelou o que diria se ouvisse pessoalmente a afirmação do presidente norte-americano. “O que o responderia? Eu diria: ‘tenha uma boa saúde’. Te desejo uma boa saúde”, afirmou o russo, garantindo que diria isso “sem ironia ou piada”. Nesta quarta-feira, 17, durante a entrevista ao canal americano “ABC News”, Joe Biden foi enfático ao ser questionado se acha que Vladmir Putin é um assassino. “Sim, eu acho”, afirmou. Na sequência, o presidente norte-americano ainda assegurou que Putin “pagará um preço” por tentar interferir nas eleições presidenciais de novembro do ano passado, acusações que voltaram a ser negadas nesta quinta-feira, 18, pelo líder da antiga república soviética.