Robert, irmão mais novo de Donald Trump, morre nos EUA

Presidente lamentou a perda: “Ele não era apenas meu irmão, era meu melhor amigo. Sentiremos muita falta dele, mas nos encontraremos novamente”

  • Por Jovem Pan
  • 16/08/2020 08h39
Doug Mills/EFE Donald Trump chegou a visitar o irmão no hospital na última sexta-feira; causa da morte não foi divulgada

Robert Trump, irmão mais novo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, faleceu neste sábado, conforme comunicado do presidente. Robert tinha 71 anos. A causa da morte não foi divulgada. “Ele não era apenas meu irmão, era meu melhor amigo. Sentiremos muita falta dele, mas nos encontraremos novamente. Sua memória viverá em meu coração para sempre”, disse o presidente, na nota. Robert tinha sido internado recentemente no Hospital Presbiteriano de Nova York com uma doença não especificada. O presidente o visitou na sexta-feira. Robert era um dos quatro irmãos de Donald Trump e administrou investimentos imobiliários para a empresa do presidente, a Trump Organization. Um dos irmãos mais velhos, Fred Trump Jr., faleceu em 1981.

Robert liderou uma ação na Justiça norte-americana contra sua sobrinha, Mary Trump, que escreveu um livro sobre o presidente. Ele argumentou que o livro incluía detalhes que, se publicados, violariam um acordo de confidencialidade assinado por Trump há quase duas décadas dentro de um contrato financeiro envolvendo os bens de seu avô. No livro, Mary também conta que o pai dos irmãos Trump, o magnata do mercado imobiliário Fred Trump, gritou em uma ocasião com Fred Trump Jr. na frente de um grupo de funcionários: “Donald vale dez de você”.

O presidente dos EUA tem ainda dois irmãos vivos: Maryanne Trump Barry, que se aposentou como juíza federal de apelação no ano passado, e Elizabeth Trump Grau. Robert Trump havia se casado novamente no início deste ano.

*Com Estadão Conteúdo