Rússia condena bombardeio dos Estados Unidos na Síria

Vladmir Putin, que é um dos principais aliados do presidente sírio Bashar al-Assad, disse estar acompanhando ‘muito atentamente’ a situação

  • Por Jovem Pan
  • 26/02/2021 14h59
EFE/EPA/MIKHAIL KLIMENTYEV/SPUTNIKRepresentantes do presidente Vladmir Putin condenaram o ataque realizado pelos Estados Unidos no território sírio

A Rússia condenou o bombardeio dos Estados Unidos na Síria nesta sexta-feira, 26. “Condenamos categoricamente tais ações. Cobramos pelo respeito incondicional da soberania e integridade territorial da Síria”, afirmou a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Maria Zakharova. A representante acrescentou, em entrevista coletiva, que o país rechaça “qualquer tentativa de converter o território sírio em um teatro para ajustes geopolíticos”. Já o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse que o presidente Vladmir Putin está acompanhando “muito atentamente” a situação e que segue em contato com as lideranças políticas sírias. Lembrando que o governo russo é o principal aliado do presidente da Síria, Bashar al-Assad.

O bombardeio aéreo matou pelo menos 22 milicianos que faziam partes de grupos pró-Irã, como a Mobilização Popular e o Kata’ib Hezbollah. O ataque também visava um carregamento de armas que tinha acabado de cruzar a fronteira da Síria vindo do Iraque. Na última segunda-feira, 22, a embaixada dos Estados Unidos no Iraque foi alvo de dois foguetes Katiusha.

*Com informações da EFE