Tribunal Penal Internacional vai investigar supostos crimes de guerra da Rússia na Ucrânia

Procurador diz que há base razoável para acreditar que foram cometidos crimes contra a humanidade durante a invasão russa

  • Por Jovem Pan
  • 02/03/2022 20h22
Sergey BOBOK / AFP Prédio pega fogo após ataque em Kharkiv Prédio pega fogo após ataque em Kharkiv

O procurador do Tribunal Penal Internacional Karim Khan anunciou nesta quarta-feira, 2, a abertura de uma investigação sobre supostos crimes de guerra cometidos pelas tropas russas na Ucrânia. “Decidi prosseguir com a abertura de uma investigação sobre a situação na Ucrânia, o mais rápido possível”, afirmou o procurador em comunicado. O magistrado disse que “está convencido” de que há base razoável para acreditar que foram cometidos crimes de guerra e crimes contra a humanidade no país. “Dada a expansão do conflito nos últimos dias, é minha intenção que esta investigação também abranja quaisquer novos supostos crimes que se enquadrem na jurisdição do meu gabinete que sejam cometidos por qualquer parte do conflito, em qualquer parte do território da Ucrânia”, ressaltou. “Continuarei acompanhando de perto os desenvolvimentos no terreno na Ucrânia e, mais uma vez, apelarei à contenção e ao cumprimento rigoroso das regras aplicáveis ​​do direito internacional humanitário”, concluiu.