Trump ordena aumento de sanções ao Irã após ataque na Arábia Saudita

  • Por Jovem Pan
  • 18/09/2019 11h44
EFEAutoria dos ataques, no entanto, ainda está sendo investigada

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou, nesta quarta-feira (18), que ordenou que um “aumento substancial” de sanções econômicas sejam aplicadas ao Irã. A medida é uma resposta aos ataques sofridos pela Aramco, principal petroleira do mundo, localizada na Arábia Saudita.

Informações preliminares apontam que a ofensiva pode, sim, ter sido comandada pelo Irã. A investigação, no entanto, ainda está em andamento.

“Acabo de instruir o secretário de Tesouro a aumentar substancialmente as sanções contra o Irã”, declarou Trump, no Twitter. Apesar disso, ele não divulgou mais detalhes sobre o que será feito. A expectativa é que o governo se pronuncie nas próximas horas.

Trump enviou o secretário de Estado, Mike Pompeo, à Arábia Saudita para coordenar a resposta aos acontecimentos. Na cidade de Jeddah, ele se reunirá com o príncipe herdeiro saudita, Mohammad bin Salman para falar sobre os ataques e “coordenarão esforços para resistir” à agressão na região.

Na quinta-feira (19), Pompeo irá aos Emirados Árabes, principal parceiro da Arábia Saudita no conflito do Iêmen, e se reunirá com o príncipe herdeiro do emirado de Abu Dhabi, Mohammed bin Zayed al Nahyan.

Já o chefe do Estado-Maior Conjunto dos Estados Unidos, general Joseph Dunford, disse aos jornalistas que acompanham Pompeo que uma equipe de legistas militares norte-americanos já está nas refinarias da Aramco para coletar provas.

*Com informações da Agência EFE