Vacina da Johnson tem eficácia de 66% contra casos moderados e graves de Covid-19

Imunizante de dose única é 85% eficaz na prevenção da forma grave da doença e previne hospitalização e morte

  • Por Jovem Pan
  • 29/01/2021 15h27
LUIS LIMA JR/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO - 21/01/2021A Johnson & Johnson trabalha no desenvolvimento da vacina para Covid-19

A farmacêutica Janssen, que pertence à multinacional Johnson & Johnson revelou, nesta quinta-feira, 29, que sua vacina contra a Covid-19 tem 66% de eficácia em casos moderados da doença, 28 dias após a aplicação. O imunizante de dose única é 85% eficaz na prevenção da forma grave da Covid-19. Os dados sobre a eficácia em casos leves não foi divulgada pela empresa. De acordo com o comunicado, durante os testes da fase 3, nenhum vacinado foi hospitalizado ou veio à óbito. A vacina também se mostrou eficaz contra a variante do coronavírus observada na África do Sul. Os principais dados de segurança e eficácia são baseados em 43.783 participantes, acumulando 468 casos sintomáticos.

A farmacêutica afirma que a proteção foi encontrada após 14 dias da aplicação da dose. Em relação aos estudos, o nível de proteção contra a infecção moderada a grave foi de 72% nos Estados Unidos, 66% na América Latina e 57% na África do Sul, 28 dias após a vacinação. A vacina foi 85% eficaz na prevenção de casos graves em todas as regiões estudadas em todos os adultos de 18 anos ou mais. A eficácia contra a forma grave aumentou ao longo do tempo, sem casos em participantes vacinados relatados após o dia 49.