Variante brasileira do coronavírus já foi detectada em mais sete países

A Organização Mundial da Saúde também afirma que a nova cepa identificada no Reino Unido está presente em um total de 70 nações e a da África do Sul, em 31

  • Por Bárbara Ligero
  • 27/01/2021 18h08
EFE/EPA/RONALD WITTEKA variante amazonense do coronavírus já está presente na América do Norte, na Europa e até na Ásia

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou nesta quarta-feira, 27, que a variante do coronavírus detectada em Manaus já está presente em outros sete países além do Brasil: Alemanha, Coreia do Sul, Estados Unidos, Irlanda, Itália, Japão e Reino Unido. O levantamento foi divulgado no informe epidemiológico que a entidade publica a cada semana, onde também constam informações sobre outras novas cepas do coronavírus. A que foi identificada no Reino Unido já está presente em um total de 70 países, sendo que 10 entraram para a lista nos últimos sete dias. A da África do Sul, por sua vez, chegou a 31 nações diferentes, sendo oito só na última semana.

A circulação das novas variantes do coronavírus, que parecem ser ainda mais contagiosas, tem levado os países a voltarem a restringir a entrada em seus territórios. Só nesta quarta-feira, 27, Portugal suspendeu todos os voos com o Brasil e a Argentina optou por reduzir as rotas de ligação com o nosso país pela metade. Na segunda-feira, 25, os Estados Unidos voltaram a proibir a entrada de pessoas que passaram os últimos 14 dias em território brasileiro. A decisão do presidente Joe Biden aconteceu um dia antes da versão amazonense do coronavírus ser detectada no estado de Minnesota, em um homem que possuía histórico de viagem para o Brasil.