Xerife aponta suicídio como provável causa da morte do noivo de Gabby Petito

Brian Laundrie era suspeito de ter assassinado a noiva, que era uma influencer famosa nos Estados Unidos

  • Por Jovem Pan
  • 01/11/2021 19h14
Reprodução / Instagram / @GabsPetitoPetito desapareceu em setembro e foi achada morta pouco depois; caso teve grande repercussão nos EUA

Kurt Hoffman, xerife do condado de Sarasota, na Flórida, Estados Unidos, apontou que a morte de Bryan Laundrie, noivo da influencer Gabby Petito, provavelmente foi causada por suicídio. Laundrie era suspeito de ter assassinado a noiva e já havia sido indiciado por ter usado o cartão de crédito dela após a morte, o que é considerado fraude nos EUA. “Aquele cara foi até lá e, segundo todos os relatos, provavelmente cometeu suicídio. Ele estava exatamente onde pensávamos que estava”, afirmou Hoffman, de acordo com o jornal ‘The Independent’. No entanto, Steven Bertolino, advogado da família de Laundrie, diz que ainda não há conclusões definitivas sobre a causa da morte, já que as avaliações do legista foram encerradas e os restos mortais foram encaminhados para um antropologista para uma nova avaliação.

O desaparecimento de Petito foi notificado à polícia em 11 de setembro pelos pais da jovem, após um longo período sem que ela ligasse ou enviasse mensagens a eles. Brian e Gabby estavam viajando ao redor dos Estados Unidos em uma van, enquanto eram acompanhados por centenas de milhares de pessoas nas redes sociais. Em 12 de agosto, a polícia do estado de Utah foi chamada para uma ocorrência de violência doméstica do casal, e um vídeo veio à tona posteriormente mostrando Petito reclamando sobre sua saúde mental a um agente. Quando o desaparecimento da influencer foi notado, Laundrie já estava em casa, na Flórida, desde 1º de setembro, sem dar qualquer informação sobre o paradeiro da noiva. Ele saiu de casa no dia 14 de setembro e não foi mais visto com vida. O corpo de Petito foi encontrado em 19 de setembro no Parque Nacional Grand Teton, no Estado de Wyoming, e uma perícia confirmou que ela foi morta por estrangulamento. Já o corpo de Laundrie foi encontrado em 20 de outubro.