Após manifestações, Pacheco cancela sessões do Senado

Decisão foi tomada pelo presidente da Casa após os atos a favor do governo de Jair Bolsonaro e da democracia realizados hoje, dia 7 de setembro

  • Por Jovem Pan
  • 07/09/2021 22h26 - Atualizado em 07/09/2021 23h00
ANTONIO MOLINA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOPresidente da Casa cancelou atividades previstas para os próximos dois dias

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), decidiu cancelar todas as atividades da Casa, incluindo sessões remotas e reuniões de comissões, que estavam previstas para quarta e quinta-feira, dias 8 e 9, respectivamente. A decisão foi tomada pelo senador após os atos a favor do governo de Jair Bolsonaro e da democracia realizados hoje, dia 7 de setembro. Na visão de Pacheco, as declarações de Bolsonaro durante os atos em Brasília e em São Paulo fizeram com que não haja clima para votações e a garantida dos senadores e servidores da Casa. Durante sua fala aos apoiadores, que se concentram na altura do MASP, o chefe do Executivo ameaçou abertamente não cumprir as ordens do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, e afirmou que “só Deus” o tira da presidência. “Sai, Alexandre de Moraes, deixa de ser canalha. Deixe de oprimir o povo brasileiro, deixe de censurar o seu povo brasileiro”, afirmou na Avenida Paulista.