Bolsonaro lidera corrida presidencial em todos os cenários para 2022, aponta Paraná Pesquisas

Sergio Moro, Lula e Ciro Gomes são nomes que teriam mais chances de rivalizar com atual presidente em eventual segundo turno

  • Por Jovem Pan
  • 04/12/2020 12h10 - Atualizado em 04/12/2020 13h04
MATEUS BONOMI/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO - 03/12/2020 Levantamento mostra o presidente Jair Bolsonaro rumo à reeleição

Levantamento divulgado pelo instituto Paraná Pesquisas nesta sexta-feira, 4, mostra o presidente Jair Bolsonaro na liderança da corrida presencial em todos os cenários para as eleições de 2022, seja no primeiro ou segundo turno. Além do atual presidente, a pesquisa apresentou nomes como o do ex-ministro da Justiça Sergio Moro, do ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT), Fernando Haddad (PT), do apresentador Luciano Huck, do candidato à Prefeitura de São Paulo Guilherme Boulos (PSOL), do governador de São Paulo, João Doria, do João Amoêdo (Novo), do ex-presidente da República Lula (PT), da ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva (Rede), do ex-ministro da Saúde Luis Henrique Mandetta e do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

No primeiro cenário, foram apresentados os nomes de Jair Bolsonaro, Sergio Moro, Ciro Gomes, Fernando Haddad, Luciano Huck, Guilherme Boulos, João Doria e João Amoêdo. Nesse caso, 33,3% dos entrevistados votariam no atual presidente. Em seguida, Moro aparece com 11,8%; Ciro Gomes, com 10,0%; e Haddad, com 8,8%. No segundo cenário de primeiro turno, Lula aparece no lugar de Haddad e o nome de Marina Silva é adicionado; Huck sai. Nesse cenário, Bolsonaro lidera com 32,9%. Nas outras colocações, aparecem Lula (17,8%), Sergio Moro (11,9%) e Ciro Gomes (7,7%). O último cenário apresentado volta com o nome de Huck e adiciona Mandetta e Flávio Dino; Marina e Lula saem. Essa é a melhor opção para Bolsonaro, que receberia 35,8% dos votos. Logo atrás, Ciro Gomes (12,1%), Fernando Haddad (11,5%) e Luciano Huck (9,5%).

Segundo turno

Em todos os cenários simulados para o segundo turno, o presidente Jair Bolsonaro sai campeão. Entre os possíveis nomes, Moro é o que tem mais chance de rivalizar com Bolsonaro, seguido de Lula e Ciro Gomes. Doria tem o pior desempenho entre os opositores. Enquanto 51,1% votariam no atual presidente, apenas 23,8% votariam no governador de São Paulo. Esse é o cenário com maior número de nulos/brancos, 20,2% dos entrevistados não votariam em nenhum dos candidatos. Na disputa entre Bolsonaro e Sergio Moro, o atual chefe do Executivo levaria 44,9% e o ex-ministro, 34,7%. Entre Bolsonaro e Lula, o atual presidente teria 47,0% e o petista, 33,4%. No cenário entre Bolsonaro e Ciro Gomes, Bolsonaro ganharia com 48,5% e o PDTista ficaria em segundo, com 31,0%. No meio do caminho fica o apresentador Luciano Huck. Nesse caso, Bolsonaro levaria a melhor com 48,6% e Huck teria 29,7% dos votos.

Cenários de eventual segundo turno na eleição presidencial de 2022

O Paraná Pesquisas entrevistou 2.036 eleitores por telefone, com eleitores com 16 anos ou mais, em 26 Estados e Distrito Federal e em 192 municípios brasileiros durante os dias 28 de novembro a 1º de dezembro de 2020. A amostra representativa do Brasil no levantamento atinge um grau de confiança de 95,0% para uma margem estimada de erro de aproximadamente 2,0% para os resultados gerais.