Bolsonaro rebate seguidor sobre preço do gás: ‘Zeramos os impostos federais, você sabe de quem cobrar’

Valor médio do botijão atingiu maior preço do ano neste mês; produto deve ficar ainda mais caro com novo reajuste da Petrobras

  • Por Jovem Pan
  • 20/06/2021 15h10
MATEUS BONOMI/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDOPresidente Jair Bolsonaro usou o Twitter para se posicionar sobre preço do gás

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) usou as redes sociais neste domingo, 20, para responder a um seguidor que o questionava sobre a alta no preço do gás de cozinha. Na publicação, realizada em sua conta oficial no Twitter, Bolsonaro se eximiu da culpa pelo alto valor ao registrar que “zerou os impostos federais“. “Zeramos os impostos federais do gás de cozinha! Também ultrapassamos a distribuição de 110 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 para Estados e municípios. Continuaremos assim. Creio que não precisamos dizer de quem tem que cobrar sobre o preço do gás, pois certamente já sabe! Um forte abraço e seja feliz sempre”, escreveu o presidente.

No início de junho, o valor médio do botijão atingiu o maior preço deste ano. O produto deve ficar ainda mais caro nos próximos meses já que a Petrobras anunciou um novo reajuste que eleva o preço médio do botijão nas refinarias para R$ 44,20. Vale lembrar que, até chegar às casas dos brasileiros, este valor aumenta porque são somadas as fatias da distribuição e revenda, equivalente à 35,6%, e dos impostos estaduais (ICMS), que incidem em cerca de 14%.