Comissão do Senado aprova convocação de Queiroga para esclarecer nota técnica sobre vacinação

Parlamentares também aprovaram convite ao presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, e ministra Damares Alves

  • Por Jovem Pan
  • 07/02/2022 15h09 - Atualizado em 07/02/2022 16h30
ANTONIO MOLINA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, usa máscara branca Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga

A Comissão de Direitos Humanos do Senado aprovou nesta segunda-feira, 7, a convocação do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para prestar esclarecimentos sobre a nota técnica que negou a efetividade e a segurança da vacina contra a Covid-19. O documento publicado pelo Ministério da Saúde ainda apontava que a hidroxicloroquina é eficaz no combate ao coronavírus, o que não é cientificamente comprovado. O documento foi elaborado para rejeitar as recomendações feitas pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias ao Sistema Único de Saúde (Conitec), que contraindicou o uso de medicamentos do chamado “kit Covid”.

Após a repercussão negativa, a pasta excluiu o trecho em que questionava a eficácia da vacina. O requerimento de convocação de Queiroga foi apresentado pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). A comissão também aprovou o convite ao presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres, e o secretário de Ciência do Ministério da Saúde Hélio Angotti para dar explicações sobre a nota técnica. A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, também foi convidada para esclarecer um documento contra a adoção do passaporte vacinal para crianças.