Comissão do Senado convida Aras para esclarecer andamento de indiciamentos pedidos pela CPI da Covid

Senadores aprovaram requerimento de Randolfe Rodrigues para que PGR explique providências em relação ao relatório final

  • Por Jovem Pan
  • 23/11/2021 14h08 - Atualizado em 23/11/2021 15h37
Isac Nóbrega/PRAugusto Aras recebeu o relatório no dia 27 de outubro

A Comissão de Direitos Humanos do Senado aprovou nesta terça-feira, 23, convite para que o procurador-geral da República, Augusto Aras, esclareça o andamento dos indiciamentos e investigações solicitadas no relatório final da CPI da Covid-19. O autor do requerimento, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), cobrou que o magistrado explique quais providências foram tomadas desde a entrega do parecer, aprovado no dia 26 de outubro. “Encontra-se sob a mesa de sua excelência a sugestão de indiciamento de pelo menos oito pessoas com foro privilegiado, entre eles o presidente da República. O que nós gostaríamos de saber do senhor procurador-geral da República é o seguinte: se dará encaminhamento às investigações, instaurará um inquérito que seja, pelo menos um inquérito que seja, no Supremo Tribunal Federal. Investigação preliminar me parece claramente uma ação protelatória”, afirmou. A PGR anunciou instauração de apuração preliminar para analisar o relatório no último dia 28, um dia depois da entrega do documento. Em nota, a assessoria da PGR informou que Aras vai se manifestar no próximo sábado, dia 27.