‘Currículo vale, mas para ser indicado ao STF tem que tomar tubaína comigo’, diz Bolsonaro

Presidente afirmou que André Mendonça, indicado por ele a uma vaga no Supremo, vai votar a favor de pautas conservadoras

  • Por Jovem Pan
  • 15/12/2021 18h58
MATEUS BONOMI/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO Presidente da república, Jair Bolsonaro, durante cerimônia no Palácio do Planalto Presidente Jair Bolsonaro falou sobre indicação ao STF

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta quarta-feira, 15, que para ser indicado ao Supremo Tribunal Federal (STF) é necessário “tomar tubaína” com ele. Em discurso durante o evento Moderniza Brasil, em São Paulo, o chefe do Executivo afirmou que André Mendonça, indicado por ele a uma vaga na Corte, vai seguir a ideologia do governo. “Pode ter certeza, não vou pedir nada para ele. Tudo que vi ao longo de três anos no André Mendonça, ele vai cumprir no Supremo. Pautas conservadoras, econômicas, entre outras. Não vamos ter sobressaltos com ele lá”, disse. “Currículo vale, mas para ser indicado para lá tem que tomar tubaína comigo. Eu tenho que olhar para ele em campo e ele sabe o que tem que fazer. Se não, não da certo”, declarou. Bolsonaro lembrou que o presidente eleito em 2022 poderá indicar duas pessoas ao STF em 2023. “Vamos supor que eu venha candidato. Eu vou ter 40% ao meu favor dentro do Supremo. A favor de mim ou das minhas ideias que vocês já conhecem quais são? Das minhas ideias”, ressaltou.