Eleição da Mesa Diretora da Câmara é adiada para esta quarta-feira

Decisão ocorre em meio ao impasse na definição dos cargos remanescentes; em seu primeiro ato como presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL) anulou formação do bloco de Baleia Rossi

  • Por André Siqueira
  • 02/02/2021 16h23 - Atualizado em 02/02/2021 16h35
Najara Araujo/Câmara dos DeputadosSessão ocorrerá às 10h desta quarta-feira, 3

A eleição da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados foi adiada para às 10h desta quarta-feira, 3. A decisão ocorre em meio ao impasse na distribuição dos cargos da cúpula da Casa. Em seu primeiro ato como presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) anulou a formação do bloco de Baleia Rossi (MDB-SP), seu principal adversário na disputa, sob a alegação de que o PT perdeu por seis minutos o prazo regimental estipulado para registrar no sistema o apoio ao candidato do MDB – parlamentares da oposição afirmam que houve uma falha no sistema da Casa. Os registros de candidaturas para os cargos remanescentes pode ser feito até as 20 horas.

Após a decisão de Lira, partidos do bloco de Baleia Rossi divulgaram uma nota, na qual “repudiam, com a mais intensa veemência, o ato autoritário, antirregimental e ilegal” praticado pelo parlamentar. Diante da sinalização de que poderia haver judicialização da eleição, aliados de Lira iniciaram as tratativas para buscar um acordo. Segundo apurou a Jovem Pan, a ideia é ceder duas vagas da direção às siglas de oposição. A 2ª Secretaria, quarto cargo mais importante, foi oferecida ao PT, dono da maior bancada da Câmara.

Como a Jovem Pan mostrou, na reunião de líderes desta segunda-feira, 1º, o então presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), deferiu o registro do bloco. A decisão foi o estopim para um bate-boca entra Maia e Lira. irritado com a postura de Maia, Lira deu um tapa na mesa e foi repreendido. “Vossa Excelência não está em Alagoas”, disse o deputado do DEM. “Não estou também no morro do Rio de Janeiro”, rebateu o deputado do PP.