Ministro Eduardo Pazuello testa positivo para Covid-19

Ministro da Saúde cancelou sua agenda desde segunda-feira por indisposição e mal-estar

  • Por Jovem Pan
  • 21/10/2020 12h48 - Atualizado em 21/10/2020 13h32
Carolina Antunes/PREduardo Pazuello testou positivo para Covid-19

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, testou positivo para Covid-19, a informação foi confirmada à Jovem Pan pela assessoria do ministro na tarde desta quarta-feira, 21. Pazuello cancelou quase toda a agenda de compromissos de ontem e participou apenas de reunião online com o Fórum dos Governadores. O ministro também não compareceu ao evento de divulgação de estudo clínico com medicamento para Covid-19 na segunda-feira, 19. Consultada pela reportagem na terça, a assessoria de Pazuello informou que o ministro sentiu “indisposição” e “mal-estar” pela manhã de ontem. Ele cancelou a agenda até segunda-feira, 26. O ministro ficará de repouso em casa e continuará trabalhando remotamente.

O diagnóstico foi divulgado em meio à tensão entre o ministro e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por conta da inclusão da Coronavac, vacina desenvolvida em conjunto pelo Instituto Butantan e pela empresa chinesa Sinovac, no Programa Nacional de Imunizações, anunciada por Pazuello nesta terça, durante encontro com governadores. Hoje o presidente foi às redes sociais desautorizar o auxiliar e afirmou que o governo federal não irá comprar o imunizante chinês.

Pazuello é o décimo primeiro ministro de Bolsonaro, que também já foi diagnosticado com Covid-19, a contrair a doença. Ente os auxiliares do presidente, foram infectados Fábio Faria (Comunicações), Marcelo Álvaro Antônio (Turismo), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Bento Albuquerque (Minas e Energia), Milton Ribeiro (Educação), Onyx Lorenzoni (Cidadania), Marcos Pontes (Ciência, Tecnologia e Inovações), Wagner Rosário (Controladoria-Geral da União), Braga Netto (Casa Civil), Jorge Oliveira (Secretaria-Geral). Os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AC) e do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, também testaram positivo para o novo coronavírus.