Queiroga nega rumores sobre saída do Ministério da Saúde: ‘Não vou pedir demissão’

Ministro desmentiu boatos sobre suposto pedido de demissão e afirmou que estão tentando criar divisões dentro da pasta para desestabilizar o governo de Jair Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 02/09/2021 18h33
MATEUS BONOMI/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDOMinistro deu coletiva e se manifestou sobre os rumores nas redes sociais

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, negou rumores sobre um possível pedido de demissão do comando da pasta. Em coletiva de imprensa realizada no fim da tarde desta quinta-feira, 2, Queiroga desmentiu os rumores, afirmando que uma “indústria de boatos” está tentando criar divisões dentro do Ministério e desestabilizar o governo de Jair Bolsonaro. “Não sei a quem interessa a indústria de boatos, de fake news, somente para tentar desestabilizar o governo inventando divisões do Ministério”, afirmou Queiroga. Em seguida, o ministro afirmou que não pedirá demissão e que seguirá no governo enquanto Bolsonaro acreditar que ele é “útil à nação”. “Nem pedi demissão, nem vou pedir demissão. Estarei aqui no Ministério da Saúde até o dia que o presidente da República entender que eu sou útil à nação brasileira”, concluiu. Em seu Twitter, Queiroga voltou a negar os boatos e classificou os rumores como “barrigada”, dizendo que segue na missão de “concluir a mais bem-sucedida vacinação” do país.