Silveira chama Moraes de ‘inimigo da nação’ e diz que colocará tornozeleira

Em entrevista exclusiva à Jovem Pan, deputado diz que vai esperar a PF para cumprir a decisão judicial: ‘Vou colocar o aparelho para agradá-lo’

  • Por Jovem Pan
  • 30/03/2022 22h25 - Atualizado em 30/03/2022 22h26
Betinho Casas Novas/Futura Press/Estadão Conteúdo - 17/02/2021 Vestido de camiseta preta, Daniel Silveira chega à prisão Deputado Daniel Silveira, havia se recusado a cumprir uma determinação judicial do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF)

O deputado federal Daniel Silveira (União Brasil-RJ) concedeu uma entrevista exclusiva à Jovem Pan e afirmou que irá acatar a decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), e vai colocar a tornozeleira eletrônica. A justificativa dada pelo parlamentar é que a nova decisão despachada pelo magistrado vai atingir a sua família, isso porque Moraes determinou que o Banco Central bloqueie todas as contas bancárias ligadas a Silveira e que as multas diárias sejam descontadas “diretamente dos vencimentos que o réu recebe da Câmara dos Deputados”. “Não vou me submeter a isso”, explicou. Após declarar que irá cumprir a decisão judicial, o deputado alegou que o ministro do STF é “uma pessoa fraca e frustrada” que “limitou” seu mandato parlamentar”. “Ele [Moraes] não tem limite, é um trem desgovernado, é um inimigo comum da nação. Gosta tanto de tornozeleira, deveria pegar uma para ele”, afirmou Daniel, que passou a última madrugada no interior da Câmara dos Deputados a fim de evitar que o despacho do magistrado seja cumprido.