Preso um dos suspeitos de incendiar 35 ônibus em Osasco, na Grande São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 22/04/2014 16h31
Divulgação Preso um dos responsáveis por queimar ônibus

A polícia prendeu um primeiro suspeito de pertencer à quadrilha que incendiou 35 ônibus na madrugada desta terça-feira no município de Osasco, na Região Metropolitana de São Paulo.

O crime seria uma represália por causa da morte de um traficante da cidade, Edmilson Almeida Silva, morto ontem com 24 tiros por dois homens ainda não identificados. 

O suspeito preso na tarde desta terça-feira é seu irmão gêmeo, Edilson Almeida Silva, de 19 anos. De acordo com o delegado geral da Polícia Civil do Estado de São Paulo, Luiz Maurício Blazeck, além de mandante, Edilson seria um dos autores da ação. “Em razão das dimensões desse crime, havia necessidade de ter uma pronta resposta, o que foi feito”, afirma. 

Ao todo, foram dois ataques a ônibus nesta madrugada em Osasco. Uma fora da garagem, onde dois veículos foram destruidos; e outro dentro da garagem da viação Urubupungá, com 35 veículos atingidos. Segundo o delegado, a polícia investiga se os crimes têm ligação entre si. Outros quatro integrantes do grupo ainda são procurados. “Estamos trabalhando com suspeitos que ainda não foram confirmados, mas buscamos identificar os comparsas dessa ação”, diz Blazeck.

Somente este ano, já são 115 ônibus queimados na Região Metropolitana de São Paulo.

  • Tags: