Radicais sequestram segundo soldado libanês em menos de 24 horas em Trípoli

  • Por Agencia EFE
  • 26/10/2014 12h38

Beirute, 26 out (EFE).- Um soldado libanês foi capturado em casa neste domingo na cidade de Trípoli, no norte do Líbano, onde outro militar foi sequestrado há menos de 24 horas em meio aos combates entre jihadistas e as forças armadas do país.

Em comunicado, o exército anunciou que Fayer al Amuri, que estava de folga, foi sequestrado em um bairro de maioria sunita onde morava. O outro soldado, Tanus Nehme, foi raptado no mesmo local quando tentava voltar para sua cidade, Bsharri, no norte do país, em um táxi.

Desde agosto, 27 soldados e policiais libaneses foram capturados por jihadistas do Estado Islâmico (EI) ou da Frente al Nusra. Três deles já foram mortos pelos radicais.

A Frente al Nusra – filial da Al Qaeda na Síria – ameaçou hoje executar um dos militares que mantém em cativeiro se o exército libanês não encerrar suas operações no norte do país. No entanto, a assasinato foi adiado.

O grupo extremista exigiu que as forças armadas interrompam seus supostos ataques contra os sunitas em Trípoli, onde morreram pelo menos nove pessoas desde sexta-feira. EFE