Exclusivo: Weverton rebate Willian Arão após título do Palmeiras na Libertadores e recorda infância no Acre

Em conversa com os jornalistas Mauro Beting e Pedro Marques, o goleiro tratou de dar uma resposta ao meio-campista do Rubro-Negro, que disse, antes da decisão, que o Flamengo venceria por 2 a 0

  • Por Jovem Pan
  • 29/11/2021 13h17 - Atualizado em 29/11/2021 13h39
Reprodução/Jovem PanWeverton concedeu entrevista exclusiva à Jovem Pan

Peça-chave na conquista do Palmeiras do tricampeonato da Libertadores da América, Weverton concedeu entrevista exclusiva ao programa “Camisa 10”, do Grupo Jovem Pan, nesta segunda-feira, 29. Em conversa com os jornalistas Mauro Beting e Pedro Marques, o goleiro tratou de dar uma resposta ao meio-campista Willian Arão, que disse, antes da decisão, que o Flamengo venceria por 2 a 0. “Bom, estamos sempre lendo as publicações na internet. Sabemos da provocação do torcedor, além da opinião dos jornalistas. Ainda assim, quando o comentário parte de um atleta, que a gente sabe que vai jogar, eu não vou dizer que foi falta de respeito, mas entendemos que ele poderia ser mais ‘político’. Quando ele cravou que seria 2 a 0, a gente não usou como motivação, mas tratamos de dar uma resposta após o fim do jogo. Aqui é Palmeiras”, comentou.

Na entrevista, Weverton recebeu elogios de Mauro Beting, torcedor palmeirense declarado, e recordou de sua infância sofrida em Rio Branco, no Acre. Cara, eu posso dizer que já tive muito mais do que sonhei. Jogo em uma equipe grande e consegui ser convocado pela seleção. Eu fui além do que poderia imaginar. Digo para quem tem esse sonho: não desista. Um dia, estava no Acre, jogando no terrão. No outro, já era bicampeão da Libertadores por um time gigante”, comentou o arqueiro, que precisou fazer boas defesas na finalíssima diante do Rubro-Negro carioca.

Confira a entrevista na íntegra: