Vampeta diz que Corinthians erra ao rescindir contrato de Avelar por injúria racial; assista

Ao longo do programa ‘Canelada’, o ex-atleta do Timão e da seleção brasileira afirmou que o zagueiro tem um histórico exemplar dentro do clube e que ele poderia ainda dar muitas alegrias aos torcedores se cumprisse o seu vínculo, válido até dezembro de 2022

  • Por Jovem Pan
  • 24/06/2021 14h01 - Atualizado em 24/06/2021 19h08
Montagem sobre fotos/Reprodução/Jovem Pan/PETER LEONE/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOVampeta saiu em defesa de Danilo Avelar, que está fora dos planos do Corinthians

O Corinthians informou na última quarta-feira, 23, que irá rescindir o contrato de Danilo Avelar após o defensor admitir ter cometido injúria racial contra um estrangeiro em uma partida de Counter Strike Global Offensive (CS:GO). No entendimento do comentarista Vampeta, do Grupo Jovem Pan, a decisão da diretoria alvinegra não é acertada. Ao longo do programa “Canelada”, o ex-atleta do Timão e da seleção brasileira afirmou que o zagueiro tem um histórico exemplar dentro do clube e que ele poderia ainda dar muitas alegrias aos torcedores se cumprisse o seu vínculo, válido até dezembro de 2022.

“Eu achei que errou, mas tem que ver o histórico do cara. Ele sempre foi um bom profissional, é um bom pai e nunca deu problema nenhum onde jogou. Foi uma discussão acalorada em um jogo online. Eu acho que veio à tona porque foi ele mesmo que admitiu o erro. Em relação a quebra de contrato, o Corinthians já não iria renovar com ele em dezembro. O Avelar tem problema no ligamento cruzado, já tem idade e o clube está passando por uma renovação. A diretoria uniu o útil ao agradável para rescindir. Mas como o contrato dele vai até 2022, eu não rescindiria, não. Para mim, está errado o Corinthians!”, comentou o Velho Vamp.

Avelar reconheceu ter cometido um ato racista ao se dirigir a um participante do jogo online com a seguinte mensagem: “Fih de uma rapariga preta”. O comentário repercutiu nas redes sociais, onde até a Gaviões da Fiel, uma das principais torcidas organizadas do Alvinegro, pediu o fim do ciclo o jogador. Ontem à noite, o Corinthians informou que estava buscando alternativas para rescindir o contrato do zagueiro, que não entra em campo desde outubro do ano passado, quando rompeu o ligamento cruzado. “O Sport Club Corinthians Paulista informa que está em contato com o atleta Danilo Avelar e seus representantes a fim de discutir e formalizar as medidas cabíveis para o encerramento do vínculo. O Corinthians reafirma que repudia toda e qualquer manifestação de conotação racista, coerentemente com sua história de defesa da igualdade e da democracia”, comunicou o Timão.

Assista ao debate abaixo: