‘A gente não pode brincar com mais nada’, diz Batoré sobre humor nos dias de hoje

Humorista foi o convidado da edição desta terça-feira, 12, do programa De Tudo Um Pouco

  • 12/01/2021 23h18 - Atualizado em 13/01/2021 08h09
Ex-jogador de futebol falou sobre as dificuldades de fazer humor hoje em dia

Falando sobre o humor nos dias de hoje, o humorista Batoré diz que as piadas e brincadeiras estão mais limitadas nos dias de hoje, se referindo às falas de que os humoristas tocam em assuntos considerados delicados atualmente. O ator foi o convidado da edição desta terça-feira, 12, do programa De Tudo Um Pouco, transmitido de terça à sexta no canal do Youtube da Jovem Pan Entretenimento e no Panflix às 21h. Ao ser questionado sobre o assunto, Batoré chamou de “frescura” a limitações com piadas sobre alguns temas. “Você vê essa frescura que está que a gente não pode brincar com mais nada. Tudo é racismo, tudo é não sei o que. Que frescura. Isso é pra acabar com o humor”, explicou o humorista.

Em seguida, Batoré falou que, durante suas apresentações ele fala sobre os temas que deseja e que acha interessantes. “Eu não ligo não. Não tem essa não. No meu show eu falo o que eu acho que tenho que falar”, diz o humorista, que completa: “Esse mimimi irrita tanto. Tudo não pode”. Ao longo do programa, Batoré também falou sobre a sua carreira no humor e como ator, explicando que, em sua visão, personagens mais autênticos são mais fáceis de serem lembrados e adorados pelo público. Além disso, Batoré comentou a lesão que o obrigou a encerrar sua carreira como jogador de futebol, após passagens por clubes como Santo André, São Paulo, Saad, Paulista e Ituano. Na época, depois de deixar o esporte, Batoré começou a se dedicar ao humor.

Confira a íntegra da edição do De Tudo Um Pouco desta terça-feira, 12: