Presidente do CFM, Mauro Ribeiro é o entrevistado do ‘Direto ao Ponto’ desta segunda-feira

Programa comandado por Augusto Nunes vai ao ar a partir das 21h30 pelo canal Jovem Pan News, no YouTube, e pelo Panflix

  • Por Jovem Pan
  • 30/07/2021 10h00
Divulgação/Flickr Conselho Federal de MedicinaPresidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Mauro Ribeiro falará, entre outros assuntos, sobre vacinação contra a Covid-19

A 44ª edição do programa Direto ao Ponto, da Jovem Pan, desta segunda-feira, 2, será ao vivo e presencial com o presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Mauro Ribeiro. Ele é professor da Faculdade de Medicina Uniderp e preceptor da residência médica em Cirurgia Geral na Santa Casa de Campo Grande (MS), estabelecimento do qual foi diretor clínico (2001-2003) e onde atualmente integra as equipes de pronto-socorro e do serviço de cirurgia geral. Em entrevista ao programa Os Pingos nos Is, da Jovem Pan, em junho deste ano, o médico afirmou que o Conselho é a favor do uso de máscaras no Brasil. “Defendemos medidas já públicas, de longa data, como o distanciamento social, o uso de máscaras, a não-aglomeração, higienização das mãos, medidas restritivas”, disse. Ele pontuou, porém, que o sucesso ou não no enfrentamento à doença independe das ações de governos. “O que atrapalha muito a discussão é o ambiente que se criou de que existem culpados para as mortes, então as pessoas acusam o presidente da República, acusam os ministros da Saúde que passaram no ministério de genocidas, como grandes responsáveis. O presidente, os ministros, não são responsáveis por morte nenhuma.”

No Direto ao Ponto, Ribeiro falará sobre a eficácia da vacinação contra o coronavírus, o final da pandemia como adotado no Reino Unido, a impossibilidade de escolha pela vacina a ser tomada no Brasil e o modo como a CPI da Covid-19 vem tratando assuntos médicos e profissionais de saúde. O presidente do CFM será sabatinado pelo apresentador Augusto Nunes, pela apresentadora do Tá Explicado, da Jovem Pan, Lívia Zanolini, pela editora do Site da Revista Oeste Paula Leal, pela repórter da Veja Saúde Chloé Pinheiro e por Leda Nagle, jornalista e youtuber.

A sabatina semanal da Jovem Pan já recebeu outros especialistas renomados como a Procuradora da República Thaméa Danelon, que atuou na coordenação da Operação Lava Jato em São Paulo, o médico psiquiatra Valentim Gentil e o filósofo, escritor e professor da PUC e FAAP, Luiz Felipe Pondé. Na última semana, o programa teve a presença do ex-deputado e presidente do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Roberto Jefferson, que afirmou que há fraudes no TSE. “Justiça Eleitoral só existe no Brasil, é um cabide de empregos. Na última vez que fui lá fiquei escandalizado de ver o prédio. O gabinete do presidente do TSE é maior do que a sede do PTB inteira. É uma coisa de burocrata e vem da Constituinte. O Aécio não denunciou a Dilma em 2014, ele ganhou a eleição, porque o PSDB se beneficiava disso. Eles sempre viveram com a cumplicidade do PT, sempre por fraude, e não podiam acusar um ou outro. Aí veio o Bolsonaro correndo por fora e explode esses pactos velhos e constata claramente a fraude do TSE. Eles não querem admitir isso”, comentou.