Presidente do PTB, Roberto Jefferson, é o entrevistado do ‘Direto ao Ponto’ desta segunda-feira

Programa comandado por Augusto Nunes vai ao ar a partir das 21h30 pelo canal Jovem Pan News, no YouTube, e pelo Panflix

  • Por Jovem Pan
  • 25/06/2021 10h00 - Atualizado em 25/06/2021 11h06
Pablo Valadares/Câmara dos DeputadosUm dos políticos mais ativos nas redes sociais, ele é aliado do governo de Jair Bolsonaro

O entrevistado do “Direto ao Ponto”, da Jovem Pan, desta segunda-feira, 28, é o ex-deputado federal Roberto Jefferson, presidente do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). Um dos políticos mais ativos nas redes sociais, ele é aliado do governo de Jair Bolsonaro, e tornou-se nacionalmente conhecido em 2005, ao denunciar o esquema do mensalão, montado no Congresso Nacional pelo Partido dos Trabalhadores (PT). Jefferson entrou oficialmente na vida pública em 1971, quando filiou-se ao MDB. Permaneceu no partido até o início de 1980, quando filiou-se ao Partido Popular (PP), mas deixou a legenda no mesmo ano para filiar-se ao PTB, onde continua até os dias de hoje. Foi o deputado federal mais antigo da bancada na Câmara dos Deputados até ter o seu mandato cassado em 2005. Foi também candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro em 1988 pelo PTB, e obteve quase 2% dos votos.

Em 2020, Jefferson foi alvo de busca e apreensão pela Polícia Federal em um inquérito autorizado pelo ministro do do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, no inquérito das fake news. Suas contas do Facebook e Twitter também foram suspensas a pedido do membro da Corte. Ainda em 2020, ele denunciou em uma live que o então presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), estaria preparando um golpe contra o presidente Jair Bolsonaro. Jefferson será sabatinado ao vivo, e de forma presencial, pelo apresentador Augusto Nunes e sua bancada, que terá a presença da comentarista do Grupo Jovem Pan, Amanda Klein, do jornalista Silvio Navarro, do repórter especial da Folha de S. Paulo Fabio Zanini, e do jornalista e escritor Bruno Meyer.

O programa já teve a participação de diversos convidados importantes, como o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves. Também vieram à sabatina semanal o ex-ministro do STF, Carlos Ayres Britto, o empresário Nizan Guanaes, o filósofo Luiz Felipe Pondé, a prefeita de Bauru, Suéllen Rosim, entre outros. Na última semana, o entrevistado foi o advogado e ex-ministro da Infraestrutura no governo Fernando CollorJoão Santana, que falou sobre privatizações e a situação atual do governo brasileiro. De acordo com ele, uma das pautas de mudanças no Brasil mais importantes é a reforma administrativa, mas ela só virará realidade se a população se conscientizar de sua importância. “Não há outra maneira de fazer sem a sociedade pressionar e olhar isso com interesse. Se deixarmos a solução na mão do Congresso, o Congresso vai ceder às corporações que estão em Brasília”, afirmou.