Empresas de ônibus urbanos perdem passageiros por causa da crise

  • Por Jovem Pan
  • 11/03/2016 12h53
A tarifa do transporte coletivo de Curitiba vai passar a R$ 3,70 a partir da 0h da próxima segunda-feira (1º). Foto: Arquivo/SMCS Arquivo / SMCS Ônibus em Curitiba

 As empresas de transporte coletivo culpam a crise e o aumento do desemprego como os fatores que fizeram os ônibus urbanos perderem passageiros. A Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos aponta que o número de usuários caiu em média 4,2% em todo o Brasil. O porcentual é calculado pela entidade na comparação de 2015 com o ano anterior em 16 grandes cidades do país.

O presidente da Associação, Otávio Cunha, afirma que a população de menor renda é a principal usuária de transporte público e mais afetada pela crise: “O usuário do transporte público está mais nas classes D e F, é a grande maioria de quem é cativo do transporte. Essas áreas são as classes sociais que tem menos poder aquisitivo, salários mais baixos e é exatamente quem mais sofreu nesse primeiro momento com a retração, principalmente da construção civil”.

A menor queda foi registrada no Rio de Janeiro com 0,1%, já o maior recuo ocorreu em Curitiba, com 8% de passageiros a menos. Considerando todo o país, a Associação afirma que há uma perda diária de 900 mil usuários de ônibus urbanos.

Informações: Tiago Muniz