Exclusivo: Flavio Prado explica negociação entre Corinthians e Ricardo Goulart; confira

Durante o programa ‘Esporte em Discussão’, o comentarista da Jovem Pan deu detalhes sobre o interesse do Alvinegro no jogador

  • Por Jovem Pan
  • 30/11/2021 13h48 - Atualizado em 30/11/2021 14h25
Montagem sobre fotos/Reprodução/Jovem Pan/Corinthians/Instagram/@ricardogoulart11 Ricardo Goulart está na mira do Corinthians, informou Flavio Prado, comentarista da JP Ricardo Goulart está na mira do Corinthians, informou Flavio Prado, comentarista da JP

Flavio Prado, comentarista do Grupo Jovem Pan, revelou nesta terça-feira, 30, que o Corinthians está interessado em contar com o futebol de Ricardo Goulart, sem clube desde a rescisão de contrato com Guanghzou Evergrande, da China, realizada no começo deste mês. Durante o programa “Esporte em Discussão”, o jornalista disse que existe um interesse mútuo para a concretização do negócio, mas que o acerto ainda não foi selado. Além disso, segundo o profissional da JP, o rival Palmeiras também gostaria de repatriar o atacante – o atletas de 30 anos teve passagem discreta pelo time alviverde durante o primeiro semestre de 2019.

“Eu tive contato com um cara muito ligado a essa negociação, que me disse que essa transferência está muito próxima de acontecer. Há interesse dos dois lados, mas não quer dizer que está sacramentado, até porque ninguém assinou nada. Enquanto não assina, a gente sabe como funciona o futebol. Além disso, eles não queriam que a notícia vazasse para não entrar outros clubes interessados no negócio. O Palmeiras também tem interesse nele. Então, não estou afirmando que o Ricardo Goulart já é jogador do Corinthians. Só estou dizendo que eles estão conversando e que há interesse das duas partes”, contou Flavio Prado, nesta terça-feira, 30.

Revelado pelo Santo André, Ricardo Goulart passou por diversos clubes do Brasil, como Internacional, Coimbra-MG, Goiás e Cruzeiro. Na Raposa, o atacante se destacou, sendo fundamental nas conquistas do bicampeonato do Brasileirão (2013 e 2014). Já na China, o paulista foi multicampeão, vencendo três vezes o Chinês (2015, 2016 e 2017), a Liga dos Campeões da Ásia (2015), a Copa da China (2016) e a Supercopa da China (2016 e 2017). Em 2014, ele chegou a ser convocado por Dunga para defender a seleção brasileira em dois amistosos.