Flavio Prado e Nilson Cesar se exaltam em discussão sobre Neymar: ‘Você precisa de tratamento’

Bate boca começou após o comentarista do Grupo Jovem Pan colocar o camisa 10 do PSG como o 2º melhor jogador da história do futebol brasileiro, atrás de Pelé; narrador vê afirmação como ‘piada’

  • Por Jovem Pan
  • 12/05/2021 15h06 - Atualizado em 12/05/2021 16h52
Montagem sobre fotos/Reprodução/Jovem Pan/Divulgação/PSGFlavio Prado e Nilson Cesar discutiram por causa de Neymar

Flavio Prado e Nilson Cesar voltaram a bater boca no programa “Esporte em Discussão”, do Grupo Jovem Pan, ao comentarem sobre Neymar, que renovou contrato com o Paris Saint-Germain até 2025. Na última segunda-feira, 11, o comentarista afirmou que o atual camisa 10 do time francês e da seleção brasileira está no auge há dez anos e já se tornou o segundo melhor jogador de futebol da história do Brasil, atrás apenas do Rei Pelé. O narrador, no entanto, discordou veemente, declarando que o atacante revelado pelo Santos está abaixo de vários craques, como Ronaldo Fenômeno, Zico e Garrincha.

“Ele é o melhor depois do Pelé, sim. Tecnicamente falando, é o melhor depois do Rei. Eu acho que é esse ódio pelo Neymar precisa de tratamento. Tem muita gente que precisa ser tratado. É caso de psicanalista, não de psicólogo. Neymar é melhor que Garrincha. Ronaldo e Ronaldinho até podem brigar com o Neymar, mas o Garrincha não. O Garrincha entrou para a ‘cota de dó’ porque ficaram com pena dele. Sabe quem acha o Neymar o segundo melhor da história do Brasil? O Tostão. O Neymar foi maltratado aqui no Brasil. Ele tem um relacionamento ótimo com a imprensa, com os colegas de time e treinadores”, analisou Flavio Prado, admirador do futebol de Neymar.

Nilson, no entanto, rebateu a fala do colega de bancada. “Neymar é o segundo melhor da história do Brasil? Quem pensa isso precisa de tratamento. Primeiro que você não me conhece para falar uma asneira dessas. Você me conhece do ambiente de trabalho! Jamais tive inveja, ódio ou inveja de alguém. Eu só acho um absurdo querer comparar o Neymar com o Pelé. Se é um menino de 15 anos falando uma bobagem dessa, tudo bem. Mas não é! Melhor que Ronaldo? Zico? Garrincha? Isso é uma piada! Eu não entro nessa conversa de garoto com menos de 20 anos que vê o Neymar como um fenômeno. O tempo está mostrando que eu estou certo. Ele é um grande jogador, mas longe do cara que quiseram propor. O Brasil tem uma carência de ídolos e tentaram transformá-lo em um, até pela questão comercial. Zico, Ronaldo, Ronaldinho, Rivaldo e outros com o Neymar é uma piada”, retrucou.

Assista ao debate abaixo: