Nilson Cesar detona treinadores por recusarem o Palmeiras: ‘São três antas’

Confira a opinião do narrador do Grupo Jovem Pan

  • Por Jovem Pan
  • 27/10/2020 14h58 - Atualizado em 27/10/2020 14h59
Montagem sobre fotos/ Reprodução/Jovem Pan/ Reuteurs/Jorge Adorno/Twitter/Ariel HolanNilson criticou trio por recusar Palmeiras

Ainda em busca de um treinador, o Palmeiras foi recusado por três profissionais nos últimos dias. Miguel Ángel Ramírez, do Independiente del Valle, Sebastián Beccacece, do Racing, e Ariel Holan, da Universidad Católica, disseram ‘não’ ao Verdão, que busca um técnico após demitir o experiente Vanderlei Luxemburgo. Durante o programa Esporte em Discussão, do Grupo Jovem Pan, Nilson Cesar criticou a postura dos estrangeiros. No entendimento do narrador, não existe justificativa para preterir o clube brasileiro neste momento.

“São três antas que disseram ‘não’ ao Palmeiras. Antas! Fácil de defini-los como antas! Primeiro porque não são campeões na carreira e estão começando a carreira. Segundo, porque vão trabalhar numa instituição onde vão receber rigorosamente em dia. E outra coisa: pode amarrar um contrato que, se for demitido, continuará recebendo R$ 600 mil, R$ 700 mil por mês. Então, sabe aqueles caras que se acham que são aquilo tudo? São esses três casos que disseram ‘não’ ao Palmeiras. Eles se acham aquilo que ele não é. Ele acha que está negociando com qualquer ‘clubinho’ do futebol mundial. Não! Ele está negociando com a Sociedade Esportiva Palmeiras. Miguel Ángel Ramírez, Ariel Holan e Sebastian Beccacece são antas em início de carreira. Olha a chance de assumir o Palmeiras com uma estrutura e qualidade financeira que o time tem hoje. Vai ver se o time que ele está tem uma estrutura, qualidade e segurança”, sentenciou Nilson Cesar.

“Menos, treinadores! Vocês são iniciantes e estão dizendo ‘não’ a uma das maiores instituições de futebol do Brasil e que hoje você pode ter certeza que receberá bem. Às vezes, recebe até antes. Tem cara que se acha muito. Ele acha que vai chegar mandando em tudo. Tem hierarquia, tem que dar satisfação ao presidente. Palmeiras, para de implorar para essas antas porque o Palmeiras é muito maior do que todos eles juntos”, complementou o profissional do Grupo Jovem Pan. O Palmeiras, neste momento, segue em negociações com Gabriel Heinze, argentino que estava no Vélez Sarsfield, da Argentina, até março de 2020. Enquanto isso, a equipe segue sendo comandada pelo auxiliar Andrey Lopes. Na próxima quarta-feira, o time visita o Ceará, no jogo de ida válido pelas oitavas de final Copa do Brasil. A volta está marcada para acontecer na semana que vem, no Allianz Parque.

Assista ao debate abaixo: