Nilson Cesar explica evolução do Palmeiras com Abel Ferreira: ‘Sabe administrar pessoas’

O locutor do Grupo Jovem Pan ainda insinuou que os atletas do Alviverde estavam fazendo ‘corpo mole’ com Luxemburgo; confira

  • Por Jovem Pan
  • 30/11/2020 14h51
ReproduçãoO locutor Nilson Cesar é um dos integrantes da equipe de esportes do Grupo Jovem Pan

Sob a batuta de Abel Ferreira, o Palmeiras colocou o Athletico-PR na roda e venceu mais uma no último sábado, 28, dando sequência ao bom momento e permanecendo na briga pelo Campeonato Brasileiro. A chegada do treinador português foi fundamental para o time alviverde voltar a apresentar um bom futebol e retomar o caminho dos triunfos. No entendimento de Nilson Cesar, narrador do Grupo Jovem Pan, a evolução se deve ao comportamento dos atletas, que estariam fazendo “corpo mole” com o antecessor Vanderlei Luxemburgo.

“Jogador é um bicho complicado. Quando ele não está bem com o treinador, aí ele corre para não chegar na bola. E a gente viu isso claramente acontecendo no Palmeiras. Ficou evidenciado naquele jogo contra o Coritiba. Estou há 43 anos trabalhando no futebol e sei disso. Ficou claro que o jogadores do Palmeiras não estavam com apetite para correr com o Luxemburgo como técnico. É evidente! O Cebola não era gênio e o português também não. Talvez eles sejam melhores gestores, o que é extremamente importante no futebol de hoje. É saber gerir e administrar pessoas. O Abel mostra isso!”, introduziu o narrador, durante o programa Esporte em Discussão, nesta segunda-feira, 30.

“Gosto muito do tipo de conversa dele, assim como o Cebola. E, de repente, o Palmeiras voltou a jogar. Rony, Scarpa, Veiga, Lucas Lima… Esses caras acordaram e passaram a jogar futebol. O clube tem elenco para brigar pelo Brasileiro até o final, pela Libertadores e também na Copa do Brasil. Em termos de elenco, só fica atrás do Flamengo, sendo o segundo melhor do Brasil”, completou Nilson Cesar.

O Palmeiras volta a campo nesta quarta-feira, 2, quando recebe o Delfín, no Allianz Parque, em partida de volta válida pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América – na ida, o Verdão venceu por 3 a 1, fora de casa. Pelo Brasileirão, o time retorna a campo no clássico contra o Santos, na Vila Belmiro, marcado para domingo, 6.

Assista ao debate abaixo: