Nilson Cesar se exalta ao falar de São Paulo x Rogério Ceni: ‘A ingratidão é podre’

Narrador do Grupo Jovem Pan desabafou após parte da torcida são-paulina ficar revoltada com o treinador do Flamengo

  • Por Jovem Pan
  • 25/02/2021 15h47 - Atualizado em 25/02/2021 18h27
Montagem sobre fotos/Reprodução/Jovem Pan/LUCIANO CLAUDINO/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDONilson Cesar defendeu Rogério Ceni e disparou contra parte da torcida são-paulina

Parte da torcida do São Paulo ficou revoltada com Rogério Ceni, que declarou ser especial trabalhar no Flamengo, tratando o clube carioca como diferente. No programa “Esporte em Discussão” desta quinta-feira, 25, o narrador Nilson Cesar classificou a indignação dos torcedores são-paulinos como “ingratidão” e defendeu o “Mito”, como ficou conhecido ao longo de seus 25 anos trabalhando no Tricolor paulista.

“Por que os são-paulinos estão bravos com o Rogério Ceni? O que ele falou de mais? Não falou nada! Ele falou que o Flamengo é gigante, que treinar o time carioca é especial e que o clube é diferente. Tudo isso é verdade! Quando o Rogério depreciou o São Paulo? Esse negócio da ingratidão é uma podridão. Isso tem em todos os setores e segmentos. A ingratidão é podre! O são-paulino precisa ter uma gratidão eterna com o Rogério Ceni depois do que ele fez nos 25 anos com a camisa do clube. Ele foi o melhor jogador da história do clube! Agora, ele é treinador. E se sair do Flamengo for para o Atlético-MG? Ótimo! Quem não tem gratidão ao Ceni, não é são-paulino. Vão jogar no lixo o que esse rapaz fez na história do São Paulo? Ele ganhou um Mundial sozinho! Foi a melhor atuação de um goleiro que eu vi nada vida naquele confronto com o Liverpool”, desabafou.

Recentemente, Ceni se declarou ao Rubro-Negro. “Eu trabalhei no São Paulo durante tantos anos e é um clube de massa, de presença do torcedor. Mas aqui, assim, é uma atmosfera diferente. Ser Flamengo… Primeiro, eu não tenho um conhecimento muito grande do Rio de Janeiro. Tinha menos ainda antes de vir morar. Mas você vê que isso é uma razão de vida, principalmente essa parte da cidade onde existe uma pobreza maior, onde a única vitória que muita gente tem aqui é a vitória do Flamengo”, comentou. São Paulo e Rogério Ceni se reencontram nesta quinta-feira, a partir das 21h30 (de Brasília), no Morumbi, no confronto válido pela última rodada do Campeonato Brasileiro e que pode confirmar o oitavo título da história do Flamengo. Até o momento, no entanto, o treinador ainda não venceu o seu ex-clube, contabilizando cinco derrotas e dois empates diante do Tricolor.