‘Se fosse contra o Corinthians, seria lateral’, diz zagueiro da Ferroviária sobre lance polêmico

Em entrevista ao programa ‘Esporte em Discussão’, do Grupo Jovem Pan, Matheus Salustiano reclamou da decisão do árbitro na jogada que originou o gol de Camacho; assista

  • Por Jovem Pan
  • 14/04/2021 14h12 - Atualizado em 14/04/2021 15h56
Montagem sobre fotos/Reprodução/Jovem Pan/Grupo GloboMatheus Salustiano criticou a arbitragem de Ferroviária x Corinthians

A Ferroviária conquistou um excelente resultado ao vencer o Corinthians por 2 a 1, de virada, na noite da última terça-feira, 13, em Araraquara, em partida válida pelo Campeonato Paulista. Apesar o triunfo, o time do interior ficou extremamente irritado com o árbitro Thiago Luis Scaracati. Isto porque, ainda no primeiro tempo, o Alvinegro saiu em vantagem com Camacho em lance irregular – na origem da jogada, a bola saiu pela linha lateral, o que não foi marcado pelo juiz ou pelo VAR (árbitro de vídeo). Em entrevista exclusiva ao “Esporte em Discussão”, do Grupo Jovem Pan, o zagueiro Matheus Salustiano, da Locomotiva, afirmou que a decisão da arbitragem seria diferente caso prejudicasse o Timão.

“Aquele momento desestabilizou um pouco nossa equipe. A gente já não vinha fazendo um bom primeiro tempo, tinha o Corinthians controlando a maioria das ações do jogo. Fizemos um gol, que acabou sendo anulado. E depois tem o gol do Corinthians, onde a bola saiu pela lateral antes. Ficou aquela dúvida no ar, mas o nosso treinador tinha convicção de que ela tinha saído. A auxiliar, em cima da jogada, não deu. Não prejudicou a gente porque conseguimos virar o jogo, mas acabou gerando um conflito no intervalo”, lembrou o defensor. “Sem sombra de dúvidas, se fosse contra o Corinthians, seria marcado o lateral. O árbitro falou que foi um lance indeterminado. Ele preferiu dar o gol, foi uma escolha dele. Nós acatamos, mas se fosse para o Corinthians, eu tenho certeza absoluta, seria lateral”, completou.

Assista à entrevista abaixo: