Vampeta defende permanência de Sylvinho e aponta culpados para instabilidade do Corinthians

Durante o programa ‘Esporte em Discussão’, o comentarista da JP disse que não entende a pressão da torcida para a demissão do treinador – a Gaviões da Fiel cobrou a saída do técnico após a derrota para o São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 20/10/2021 14h34
Montagem sobre fotos/Reprodução/Jovem Pan/ETTORE CHIEREGUINI/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDOVampeta defendeu a permanência de Sylvinho no Corinthians

Vampeta, ídolo do Corinthians e comentarista do Grupo Jovem Pan, saiu em defesa da permanência de Sylvinho, nesta quarta-feira, 20. Durante o programa “Esporte em Discussão”, da JP, o multicampeão pelo Alvinegro paulista disse que não entende a pressão da torcida para a demissão do treinador – recentemente, a Gaviões da Fiel cobrou a saída do técnico após a derrota para o São Paulo. “Os caras são loucos! O Sylvinho acertou na escalação do São Paulo e as substituições foram certas. A moleza foi culpa dos atletas! Eles é quem deve ser cobrados. Se entrou em campo apático, aí já é responsabilidade dos atletas”, disse o pentacampeão do mundo com a seleção brasileira.

“Eu não estou entendendo essa pressão pela demissão do Sylvinho. A torcida quer que contrata o [Pep] Guardiola? O Sylvinho, nos últimos jogos, vem escalando e mexendo bem. Agora, essa melhora cabe também aos atletas. E vou te falar: não estava ruim. Jogou bem contra o Fluminense. Depois, perder o clássico contra o São Paulo, no Morumbi, é um resultado normal. O São Paulo também tem um time bom. Não é só porque chegaram Renato Augusto, Roger Guedes e Giuliano que o Corinthians tornou-se imbatível. A equipe está na posição que merece, não vai chegar mais longe do que isso. Será, no máximo, quarto colocado. Eu não concordo com essa pressão”, acrescentou.

Cotado para brigar contra o rebaixamento, o Corinthians embalou e passou a disputar uma vaga na Copa Libertadores da América do ano que vem. Nos últimos cinco jogos, no entanto, o Timão soma apenas duas vitórias, além de duas derrotas e um empate. Na sexta colocação, o Alvinegro volta a campo neste domingo, 24, quando visita o Internacional, no Beira-Rio. O confronto é um direto, já que o Colorado ocupa o sétimo lugar na tabela de classificação, com apenas um ponto a menos.