Vampeta explica como Palmeiras pode eliminar o River Plate da Libertadores; confira

O Velho Vamp falou qual é a chance do Verdão avançar diante do badalado time argentino, o melhor da América do Sul nos últimos anos

  • Por Jovem Pan
  • 05/01/2021 14h46
Montagem sobre fotos/Reprodução/Jovem Pan/Palmeiras/River PlateO comentarista Vampeta, do Grupo Jovem Pan, falou sobre a oportunidade do Palmeiras eliminar o River Plate

O Palmeiras terá a árdua missão de enfrentar o River Plate nesta terça-feira, 5, em Buenos Aires, na partida de ida válida pela semifinal da Copa Libertadores da América. Comandado por Marcelo Gallardo, o time argentino chega a esta fase da competição pela quarta vez consecutiva, colecionando dois títulos do principal torneio sul-americano nas últimas cinco temporadas. Ainda assim, o comentarista Vampeta, do Grupo Jovem Pan, acredita que a equipe brasileira tem chances reais de bater o rival e explica como o Verdão pode sair vencedor do duelo.

“Mesmo tendo um time melhor, o Corinthians foi eliminado pelo Palmeiras duas vezes na Libertadores. Então, nem sempre o melhor avança. Por exemplo, o futebol que o Palmeiras apresentou contra o América-MG foi baseado na pressão, já que o time sabia que era melhor que o adversário. Hoje, a equipe sabe que pegar o River Plate é jogar contra o melhor da América do Sul. Então, a atenção é outra e o Palmeiras pode jogar atrás da linha bola e explorando o contra-ataque porque o torcedor vai entender. Agora, olhando o resumo da ópera, a grande chance do Palmeiras passar é fazer um gol fora de casa. Precisa fazer um gol hoje, que daria mais tranquilidade. Pode até perder de 2 a 1 lá que dá para virar”, disse Vampeta durante o programa Esporte em Discussão. 

River Plate e Palmeiras se enfrentam no estádio Libertadores de América a partir das 21h30 (de Brasília). Na outra terça-feira, 12, os times voltam a medir forças no Allianz Parque, em São Paulo, no mesmo horário. Quem passar pega na final o vencedor de Santos x Boca Juniors. A grande decisão está agendada para o dia 23 de janeiro, no Maracanã, no Rio de Janeiro.

Assista ao debate abaixo: