Vampeta abre o jogo e revela que não é mais o presidente do Audax

  • Por Jovem Pan
  • 09/06/2020 14h35 - Atualizado em 09/06/2020 14h40
ReproduçãoO comentarista Vampeta é um dos integrantes da equipe de esportes da Rádio Jovem Pan

Marcos André Batista Santos, o Vampeta, não é mais o presidente do Grêmio Osasco Audax. A revelação foi feita pelo próprio ex-jogador, durante participação no Esporte em Discussão desta terça-feira (09).

“Eu não sou mais o presidente do Audax”, revelou Vampeta, que integra a equipe de comentaristas esportivos do Grupo Jovem Pan. “Já venceu o meu mandato, e, agora, sou presidente do Conselho Deliberativo do clube. Eles estipulam dois mandatos e, depois disso, não pode mais (continuar no cargo). Eu queria ficar lá, né? Mas não pode”, explicou, aos risos.

Quem assumiu o lugar do pentacampeão mundial foi Renato dos Santos Botega. Publicitário, ele é genro do dono do clube, Mário Teixeira, e exercia a função de diretor administrativo financeiro do Audax. Já Vampeta foi nomeado o novo presidente do Conselho Deliberativo, posto que anteriormente era ocupado pelo próprio Mário Teixeira.

“Time de dono já é tudo armado… Já tem tudo certo!”, brincou Vamp. “O novo presidente é o Renato, que é casado com a filha do Seu Mário. Aqui é papo reto! O time é de família!”, acrescentou, também em tom bem humorado.

Amigo pessoal de Mário Teixeira, Vampeta assumiu a presidência do Audax em 2013 e, em sete anos à frente do clube, passou por bons e maus momentos. Em 2016, por exemplo, viu a equipe surpreender gigantes como Corinthians, São Paulo e Palmeiras e alcançar a final do Campeonato Paulista – na ocasião, o Santos superou os então comandados por Fernando Diniz e acabou com o título.

No ano seguinte, por sua vez, Vampeta polemizou e anunciou que cobraria R$ 200,00 pelo ingresso da partida contra o São Paulo, em Barueri, pela 1ª rodada do Paulistão. O motivo? Aquela seria a estreia oficial de Rogério Ceni no comando técnico tricolor. No fim, o ídolo do Corinthians cobrou “apenas” R$ 100,00, a torcida são-paulina boicotou o jogo, e o Audax venceu por 4 a 2o que fez Vampeta tirar sarro dos rivais.

O problema foi que, na mesma temporada, o clube de Osasco decepcionou e acabou rebaixado à Série A2 do Campeonato Paulista. No ano seguinte, o time seguiu mal e amargou um novo descenso, dessa vez para a A3. Em 2019, no entanto, o Audax faturou o título da terceira divisão estadual e voltou à A2, da qual era o décimo colocado até a parada decorrente da pandemia do novo coronavírus.

Há dois meses, a equipe voltou às manchetes ao anunciar a contratação do cantor de funk Livinho como jogadorele, porém, não conseguiu conciliar as duas carreira e se aposentou antes mesmo de ser apresentado.