52% dos brasileiros trocariam de emprego por trabalho remoto, aponta pesquisa

Trabalhar à distancia usando as ferramentas virtuais não impediu reuniões e fechamento de negócios

  • Por Jovem Pan
  • 31/10/2020 09h05
Pixabay57% dos brasileiros disseram que conseguiriam trabalhar remotamente se as empresas oferecessem suporte tecnológico

O que era pra ser temporário tomou lugar na rotina da analista de produto digital Isabella Recco. E já são sete meses trabalhando de casa, na cidade de Rolândia, no interior do Paraná. Todo o processo de contratação foi através da internet. O trabalho remoto já vinha em ascensão no Brasil, especialmente nas grandes capitais. Mas ganhou uma força em março, quando a pandemia da Covid-19 chegou no país e muitas empresas foram obrigadas a adotar a nova modalidade coorporativa para manter a produtividade em dia.

É o que indica uma pesquisa realizada pela Salesforce, com mais de 20 mil pessoas de 10 países. Por aqui, 57% dos brasileiros disseram que conseguiriam trabalhar remotamente se as empresas oferecessem suporte tecnológico — e 52% dos trabalhadores responderam que trocariam de emprego por um trabalho remoto. Trabalhar à distancia usando as ferramentas virtuais não impediu reuniões e fechamento de negócios. Muito pelo contrário, uma vez que não há necessidade de deslocamento para um escritório físico.

Marcelo Lica é sócio fundador de uma empresa de auditoria e consultoria, que está há mais de 20 anos no mercado. Ele conta que, dos 300 funcionários, 80% está trabalhando em home office em escalas alternadas. Ele acredita que o fim das fronteiras físicas do trabalho está ajudando a tornar as vagas mais inclusivas dando oportunidades para novos talentos — vantagem tanto para quem contrata quanto para quem busca entrar no mercado.

*Com informações da repórter Hanna Beltrão