Advogados apresentam novo pedido para libertação de Daniel Silveira

Deputado está preso desde o dia 24 de junho, após uma decisão do ministro Alexandre de Moraes

  • Por Jovem Pan
  • 04/10/2021 06h36 - Atualizado em 04/10/2021 10h06
Michel Jesus/Câmara dos DeputadosInicialmente, Silveira foi preso em fevereiro por divulgar um vídeo com ataques a ministros da Suprema Corte

A defesa do deputado federal Daniel Silveira (SPL) apresentou um novo pedido de habeas corpus para a libertação do parlamentar no sábado, 2. O político está preso desde o dia 24 de junho, após uma decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), pelo deputado ter violado regras impostas para a prisão domiciliar. Inicialmente, Silveira foi preso em fevereiro por divulgar um vídeo com ataques a ministros da Suprema Corte. No novo pedido de habeas corpus, direcionado ao presidente do STF, Luiz Fux, os advogados alegam que o deputado é vítima de constrangimento ilegal e afirmam que o prazo de 90 dias depois da prisão já expirou, o que deve motivar uma nova análise do caso pela Justiça. No documento, a defesa diz ainda que manter a prisão do parlamentar é “abusiva e indigna”, tornando-se ilegal e constrangedora.

*Com informações da repórter Regiane Stella