Apenas 2% das internações no Rio de Janeiro são de pacientes com Covid-19

Segundo a Prefeitura da capital fluminense, a cada 100 testes realizados no município, apenas quatro dão resultado positivo para a doença

  • Por Jovem Pan
  • 30/10/2021 11h28
MISTER SHADOW/ASI/ESTADÃO CONTEÚDO Profissional da saúde cuida de paciente com Covid-19 Atualmente, dos internados na rede de saúde do município, apenas 2% estão com a doença

A cidade do Rio de Janeiro chegou aos menores índices da Covid-19 desde o início da pandemia. Segundo o secretário municipal de saúde, Daniel Soranz, os números vem melhorando a quase 10 semanas. Atualmente, dos internados na rede de saúde do município, apenas 2% estão com a doença. Além disso, de acordo com dados da prefeitura, a cada 100 testes da doença, apenas quatro dão diagnóstico positivo. Por isso, novas medidas de flexibilização vem sendo adotadas, como a desobrigação do uso de máscaras em locais abertos. “Temos a menor taxa de transmissão desde o início da pandemia. Dificilmente vamos ter números de transmissão e internações menores do que temos hoje. Espero que a gente continua avançando na vacinação, isso é muito importante para cada vez termos mais segurança em completar a próxima etapa de flexibilização”, disse o secretário municipal. No Grande Rio, somente a capital fluminense e a cidade de Duque de Caxias flexibilizaram o uso de máscara de proteção. Já a cidade de Niterói, o segundo município mais importante do Estado, deixou para retirar a obrigatoriedade apenas em 2022.