Bancos podem ser obrigados a oferecer máscaras e álcool em gel para clientes

Caixas eletrônicos, se não forem higienizados com frequência, podem ser um fator de proliferação da Covid-19

  • Por Jovem Pan
  • 31/07/2020 07h36 - Atualizado em 31/07/2020 09h23
Dirceu Portugal/Estadão ConteúdoOs parlamentares também destacam que medidas preventivas podem ajudar na contenção de outras doenças, como a gripe e a conjuntivite

Projetos de lei em tramitação no Congresso Nacional e na Câmara Municipal de São Paulo podem obrigar os bancos a disponibilizar álcool em gel e máscaras para clientes. Caixas eletrônicos, se não forem higienizados com frequência, podem ser um fator de proliferação da Covid-19, já que muita gente precisa tocar nas telas ou nos teclados. Os parlamentares também destacam que medidas preventivas podem ajudar na contenção de outras doenças, como a gripe e a conjuntivite.

O vereador Rinaldi Digilio considera que as instituições financeiras têm condições de arcar com os custos do projeto. Enquanto isso, no Congresso Nacional, a senadora Rose de Freitas apresentou projeto semelhante. A parlamentar lamenta que o projeto de lei ainda não tenha entrado em votação. Para ela, os líderes do Senado não acham a pauta importante. Em nota, a Federação Brasileira de Bancos disse que as medidas de higienização pessoal e das instalações bancárias, inclusive agências e caixas eletrônicos, foi intensificada. Para evitar aglomerações e combater a proliferação do novo coronavírus, a federação e os bancos reforçam a importância do uso dos canais digitais.

*Com informações do repórter Victor Moraes