Biden anuncia pacote de US$ 1,9 trilhão para combater Covid-19 e estimular economia

Doença já matou mais de 385 mil pessoas nos Estados Unidos, segundo dados da quinta-feira, 14

  • Por Jovem Pan
  • 15/01/2021 06h27
EFE/EPA/PETER FOLEYBiden ainda disse, ao lado da vice-presidente eleita Kamala Harris, que "há uma dor real oprimindo a economia real”

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, fez anúncio na quinta-feira, 14, sobre um pacote econômico que mira impulsionar a economia do país frente à pandemia do coronavírus. Durante sua campanha, no ano passado, Biden propôs dar fôlego ao país, que sofre com o avanço da doença. No discurso, Joe Biden disse que “durante esta pandemia, milhões de americanos, sem culpa própria, perderam a dignidade e o respeito que vêm com um emprego e um salário”. Ainda disse, ao lado da vice-presidente eleita Kamala Harris, que “há uma dor real oprimindo a economia real”.

O pacote anunciado inclui mais de US$ 400 bilhões para reforçar a saúde e a distribuição de vacinas contra a Covid-19; US$ 350 bilhões para ajudar estados e municípios a superarem os déficits orçamentários; cerca de US$ 1 trilhão em auxílio direto às famílias; e cerca de US$ 440 bilhões para pequenas empresas e comunidades atingidas pela pandemia. Também haverá a distribuição de cheques no valor US$ 1,4 mil para os norte-americanos, superando os de US$ 600 emitidos no último pacote do congresso. O projeto também contempla US$ 400 de auxílio-desemprego por semana, superior aos US$ 300 semanais, estendido até setembro.

O vírus matou mais de 385 mil pessoas nos Estados Unidos, segundo dados da quinta-feira, 14. Biden reforçou a promessa feita no fim do ano passado, quando disse que vacinará 100 milhões de pessoas em seus primeiros 100 dias à frente da Casa Branca. O projeto pode enfrentar certa resistência dos congressistas republicanos, pois alguns se mostraram contrários às propostas. A presidente da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, e o líder democrata do Senado, Chuck Schumer, disseram que o congresso já se debruçará para aprovar o pacote. Há expectativa de que Biden lance outro pacote de recuperação nas próximas semanas. O foco futuro será sobre execuções hipotecárias, financiamento para aluguel e assistência a serviços públicos.

*Com informações do repórter Fernando Martins