Brasília inicia vacinação de crianças contra a Covid-19 em grupos com comorbidades

Menino de oito anos com paralisia cerebral foi o primeiro a receber o imunizante, neste domingo

  • Por Jovem Pan
  • 17/01/2022 06h45 - Atualizado em 17/01/2022 10h28
ANTONIO MACHADO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 22/12/2021 Mão feminina segura frasco de vacina e coloca agulha Brasília começou a imunizar crianças com comorbidades, aquelas que estão sob a tutela do Estado e as que tem 11 anos de idade

A primeira criança que foi imunizada contra a Covid-19 no Distrito Federal (DF) foi Carlos Adalberto, de oito anos de idade. O menino tem paralisia cerebral e recebeu a dose pediátrica da Pfizer na manhã deste domingo, 15. A imunização começou na capital do país pelas crianças com comorbidades, aquelas que estão sob a tutela do Estado e as que tem 11 anos. A Secretaria de Saúde estima um público de 268 mil crianças de 5 a 11 anos. A medida em que novas doses de vacinas chegarem ao país, segundo a pasta, a imunização será ampliada por idade em ordem decrescente.

O secretário de saúde do DF Manoel Pafiadache avaliou de forma positiva o primeiro dia de imunização na capital do país. “Primeiro, a adesão das famílias, uma vacinação bastante rápida. Eu estou incentivando os pais, as famílias, tragam suas crianças”, disse. Sérgio Bordalo levou o filho Vinicius de nove anos para se imunizar logo no primeiro dia e ficou aliviado com a aplicação da vacina. “Cidadania, em seguida significa respeito e amor às crianças, à vida. Fico feliz dele estar sendo vacinado, porque já é uma segurança maior”, comentou o pai.

A Secretaria de Saúde de Brasília disponibilizou dez mil doses da vacina para o público de 5 a 11 anos. Onze postos vão fazer a aplicação do imunizante. Nesta segunda-feira, 17, a pasta iniciar um serviço de vacinação itinerante: as crianças que têm tipo de dificuldade de locomoção poderão ser imunizadas em casa. Para isso, a família precisa acionar a unidade básica de saúde mais próxima da residência. Para atender essa demanda a Secretaria de Saúde reservou seis mil doses pediátricas da Pfizer.

*Com informações da repórter Iasmin Costa