Comércio estima abertura de 25 mil vagas temporárias em SP para o fim do ano

Pesquisa também sinaliza que a taxa de efetivação dos trabalhadores temporários deverá ser a maioria dos últimos cinco anos, com a expectativa de contratação de 12,2% dos empregados

  • Por Jovem Pan
  • 03/10/2021 11h48 - Atualizado em 03/10/2021 13h45
RENATO S. CERQUEIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOVagas devem ser criadas nos setores de vestuário, calçados e acessórios; maior procura é por vendedores e operadores de caixa

O final de ano promete aquecer a economia com oportunidades de contratações temporárias. Um levantamento feito pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviço e Turismo estima que mais de 25 mil trabalhadores temporários sejam contratados no Estado de São Paulo. O diretor da Associação Brasileira de Lojistas de Shoppings (Alshop), Luís Augusto Ildefonso, acredita que as vagas sejam 36% mais numerosas neste ano, em comparação com 2020. “Ano passado, se não me engano, foram 60 mil e poucas [contratações] e neste ano serão 94.200 a expectativa, não é que já foi contratado. Esperamos que isso aconteça para o bem do Brasil e da economia”, disse. As novas vagas devem ser criadas especialmente nos setores de vestuário, calçados e acessórios. A maior procura é por vendedores e operadores de caixa. Mais de dois terços das vagas serão direcionadas para os shoppings.

“Quem mais contrata de longo tempo é shopping center, porque o fluxo de pessoas nesta época [é maior] pela comodidade, segurança, ambiente e pelas opções, que às vezes a rua não tem. É onde mais contrata porque tem público”, diz Luís Augusto Ildefonso. A pesquisa sinaliza ainda que a taxa de efetivação dos trabalhadores temporários deverá ser a maior dos últimos cinco anos, com a expectativa de efetivação de 12,2% dos empregados. A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviço e Turismo está otimista e também prevê aumento de 3,8% nas vendas natalinas em comparação com 2020.

*Com informações da repórter Elisângela Carreira