Após conflitos recentes, Covas diz que a prefeitura acompanha a situação na Cracolândia

A região tem sido o foco de conflitos entre a polícia e os frequentadores do local nas últimas semanas

  • Por Jovem Pan
  • 17/09/2020 07h18 - Atualizado em 17/09/2020 08h14
MISTER SHADOW/ASI/ESTADÃO CONTEÚDOBruno Covas diz que a prefeitura acompanha e dá suporte aos dependentes que tentam largar o crack

Bruno Covas (PSDB) diz que a Prefeitura de São Paulo acompanha a situação na Cracolândia e dá suporte aos dependentes que tentam largar a droga. O chefe do executivo municipal deu a declaração nesta quarta-feira, 16, depois de visitar o Hospital da Bela Vista, que passa a atender pacientes em situação de rua. O local terá 118, 50 deles de unidade de terapia intensiva (UTI). Ao todo, pelo menos 30 sem-teto morreram por causa da Covid-19. O tucano aproveitou a agenda para responder a críticas ao candidato à prefeitura pelo Patriotas, Arthur do Val, sobre a gestão do município na Cracolândia.

Em publicação nas redes sociais, o deputado estadual conhecido pelo apelido de ‘Mamãe Falei’ que, se eleito, será o prefeito que colocará fim à Cracolândia e afirmou: Serei o prefeito que vai acabar com a Cracolândia em São Paulo. Tirem print”, escreveu. Para ele, os prefeitos falharam porque “defenderam soluções ideologizadas, de ambos os lado, que são erradas”. Além das críticas, a região tem sido o foco de conflitos entre a polícia e os frequentadores do local nas últimas semanas. Bruno Covas diz que a prefeitura acompanha e dá suporte aos dependentes que tentam largar o crack.

Também presente na visita ao hospital, o padre Julio Lancelotti comentou sobre o episódio em que ele foi xingado na rua por um motociclista. O sacerdote disse que não está claro se há uma relação dele ter sido ofendido com o vídeo do candidato a prefeitura Arthur do Val, que o chamou de cafetão da miséria. Ainda durante visita ao hospital Bela Vista, o prefeito Bruno Covas disse que vai anunciar nesta quinta-feira, 17, a data para a volta às aulas na capital paulista.

*Com informações do repórter Victor Moraes