Eleição 2022: Meirelles será candidato ao Senado; Temer convida Kalil para se filiar ao MDB

Atual secretário da Fazenda e Planejamento de São Paulo será candidato pelo Estado de Goiás; prefeito de Belo Horizonte figura como forte concorrente ao governo de Minas Gerais

  • Por Jovem Pan
  • 05/11/2021 07h58 - Atualizado em 05/11/2021 10h15
Paulo Whitaker/Reuters Henrique Meirelles fala ao microfone Henrique Meirelles, que se filiou ao PSD neste ano, informou que deseja fazer reformas para atrair recursos e garantir empregos ao povo goiano

O Partido Social Democrático (PSD) e o Movimento Democrático Brasileiro (MDB) começaram as movimentações pelas eleições de 2022. O atual secretário da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo, Henrique Meirelles, anunciou nesta quinta-feira, 04, que será candidato ao Senado Federal por Goiás nas eleições de 2022. Meirelles, que se filiou ao PSD neste ano, informou que deseja fazer reformas para atrair recursos e garantir empregos ao povo goiano, afastando a ideia de assumir algum outro cargo a convite de representantes do Executivo. O atual secretário passou ela iniciativa privada e, na vida pública, foi ministro da Fazenda por quase dois anos e presidente do Banco Central por oito anos. Outro integrante do PSD, por sua vez, foi convidado para integrar o MDB. O ex-presidente Michel Temer, que esteve em Belo Horizonte, Minas Gerais, convidou o prefeito da cidade, Alexandre Kalil, para integrar a sua legenda. Na reunião com Temer houve a participação de deputados emedebistas estaduais e federais. A visita para Kalil, no entanto, se deu por cortesia. Afinal, o ex-presidente tinha uma agenda de almoço com empresários. Atualmente, o prefeito figura em pesquisas como forte concorrente ao atual governador Romeu Zema (Novo) nas eleições do no que vem.

*Com informações do repórter Fernando Martins